Sustentabilidade urbana na região metropolitana de Santarém, Pará, Brasil nos anos 2000 e 2010
PDF (Português (Brasil))
XML (Português (Brasil))

Archivos suplementarios

Material suplementar_figuras_tabelas_quadros (Português (Brasil))
Material suplementar_figuras_tabelas_quadros (Português (Brasil))
Declaração de Originalidade de Trabalho escrito (Português (Brasil))

Cómo citar

Ferreira, A. E. de M., & Vieira, I. C. G. (2018). Sustentabilidade urbana na região metropolitana de Santarém, Pará, Brasil nos anos 2000 e 2010. Economía Sociedad Y Territorio, (58). https://doi.org/10.22136/est20181238

Resumen

O objetivo do estudo foi identificar o panorama da Sustentabilidade na Região Metropolitana de Santarém, estado do Pará, Brasil, para os anos de 2000 e 2010, a partir do Sistema de Índices de Sustentabilidade Urbana, composto por três índices, 10 indicadores e 19 variáveis. Foram identificados avanços no desempenho dos municípios que compõem esta região, em relação aos Índice de Capacidade Político-institucional e Índice de Desenvolvimento Humano Municipal, não havendo melhoria para o Índice de Qualidade Ambiental. Investimentos na qualidade de serviços, cadeias produtivas, ordenamento territorial e gestão ambiental, fazem-se necessários para melhoria dos níveis de sustentabilidade nesta região. 

https://doi.org/10.22136/est20181238
PDF (Português (Brasil))
XML (Português (Brasil))

Citas

Albernaz, Ana Luiza Mangabeira (2014), “Biodiversidade e unidades de conservação na Amazônia Brasileira”, em Ima Célia Guimarães Vieira, Peter Mann de Toledo e Roberto Araújo Oliveira Santos Júnior (orgs), Ambiente e Sociedade na Amazônia: uma abordagem interdisciplinar, Garamond, Rio de Janeiro, Brasil, pp. 315-340.

Alencar Ane, Nepstad, Daniel Mcgrath, David Gibbis Moutinho, Paulo Pacheco, Pablo Diaz, Maria del Carmen e Britaldo Silveira Soares-Filho (2004), Desmatamento na Amazônia: indo além da “emergência crônica, Instituto de Pesquisa Ambiental da Amazônia, Belém, Brasil.

Amaral, Silvana, Gilberto Câmara e Antonio Miguel Monteiro Vieira (2001), “Análise espacial do processo de urbanização da Amazônia”, relatório técnico, Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais, São José dos Campos, São Paulo, Brasil, <http://www.dpi.inpe.br/geopro/modelagem/relatorio_urbanizacao_amazonia.pdf>, 15 de março de 2018.

Becker, Bertha (2013), A Urbe amazônida: a floresta e a cidade, Garamond, Rio de Janeiro, Brasil.

Becker, Bertha (1990), Amazônia, Ática, São Paulo, Brasil.

Berenguer, Erika, Joice Ferreira, Toby Alan Gardner, Luiz Eduardo Aragão Oliveira Cruz, Plínio Barbosa de Camargo, Carlos Eduardo Cerri, Mariana Durigan, R.C Oliveira, Ima Célia Vieira Guimarães e Jos Barlow (2014), “A large-scale field assessment of carbon stocks in human-modified tropical forests”, Global Change Biology, 20 (12), John Wiley and Sons Ltd, Nova Jersey, Estados Unidos da América, pp. 3713-3726.

Braga, Tania Moreira (2006), “Sustentabilidade e condições de vida em áreas urbanas: medidas e determinantes em duas regiões metropolitanas brasileiras”, Revista Eure, 32 (96), Pontificia Universidad Católica de Chile, Santiago de Chile, Chile, pp. 47-71.

Bronstein, Michele Muniz; Joaquim Rubens Fonte Fontes-Filho e Gabriel Pimenta Alves (2017), “Organização dos Conselhos Municipais: governança e participação da sociedade civil”, Interações 18 (1), Universidade Católica Dom Bosco, Campo Grande, Brasil, pp. 89-102.

Cardoso, Andreza Soares, Peter Mann de Toledo e Ima Célia Guimarães Vieira (2016), “Barômetro da sustentabilidade aplicado ao município de Moju, estado do Pará”, Revista Brasileira de Gestão e Desenvolvimento Regional, 12 (1), Universidade de Taubaté, Taubaté, São Paulo, Brasil, pp. 234-263.

Demarco, Diogo Joel (2013), “Um balanço do programa nacional de formação em administração pública (PNAP) como estratégia de fortalecimento da gestão pública: o caso da escola de administração da UFRGS”, VI CONSADE de Gestão Pública, 6, 16, 17 e 18 de abril, Brasília, Brasil, <http://www.escoladegestao.pr.gov.br/arquivos/File/2013/V_CONSAD/VI_CONSAD/016.pdf>, 5 de abril de 2018.

Denatran (Departamento Nacional de Trânsito) (2018), “Frota de Veículos 2005 e 2010”, Ministério das Cidades, Brasília, Brasil, <http://www.denatran.gov.br/estatistica/237-frota-veiculos>, 31 de março de 2018.

Diário Oficial da República Federativa do Brasil (2010), “Lei 12.305, dispõe a Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS)”, Diário Oficial da República Federativa do Brasil, 2 de agosto, Câmara Dos Deputados, Centro de Documentação e Informação, Brasília, Brasil, p. 3.

Diário Oficial da República Federativa do Brasil (2007), “Lei 11.445, estabelece as diretrizes nacionais para o saneamento básico e para a política federal de saneamento básico”, 5 de janeiro, Câmara Dos Deputados, Centro de Documentação e Informação, Brasília, Brasil, p. 3.

Fearnside, Philip Martin (2006), “Desmatamento na Amazônia: dinâmica, impactos e controle”, Acta Amazonica, 36 (3), Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia, Manaus, Brasil, pp. 395-400.

Ferreira, Leandro Valle, Eduardo Venticinque e Samuel Almeida (2005), “O desmatamento na Amazônia e a importância das áreas protegidas”, Estudos Avançados, 19 (53), Universidade de São Paulo, São Paulo, Brasil, pp. 157-166.

FJP (Fundação João Pinheiro) (2018), “Instalador Déficit habitacional anos de referência 2000 e 2010”, FJP, Belo Horizonte, Brasil, <http://www.fjp.mg.gov.br/index.php/produtos-e-servicos1/2742-deficit-habitacional-no-brasil-3>, 15 de março de 2018.

FJP (Fundação João Pinheiro) (2013), “Déficit habitacional no Brasil 2010”, FJP, Belo Horizonte, Brasil, <http://www.fjp.mg.gov.br/index.php/docman/cei/deficit-habitacional/216-deficit-habitacional-municipal-no-brasil-2010/file>, 10 de abril de 2018.

Gil, Antonio Carlos (2014), Métodos e técnicas de pesquisa social, 6 ed., Atlas, São Paulo, Brasil.

Gomes, Taynara do Vale, Ana Cláudia Cardoso Duarte, Helder Coelho Santos e Kamila Oliveira Diniz (2017), “Santarém (PA): um caso de espaço metropolitano sob múltiplas determinações”, Cadernos Metrópole, 19 (40), Observatório das Metrópoles, São Paulo, Brasil, pp. 891-918.

Guedes, José Rildo de Medeiros (2007), O que os gestores municipais devem saber – política e gestão tributária eficiente, IBAM Rio de Janeiro, Brasil.

Hoefle, Scott William (2013), “Santarém, Cidade Portal de Fronteiras Históricas do Oeste do Pará”, Espaço Aberto PPGG - UFRJ, 3 (1), Universidade Federal do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, Brasil, pp. 45-76.

IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísticas) (2017a), “Estimativas populacionais para os municípios e para as Unidades da Federação brasileiros em 01.07.2017”, IBGE, Rio de Janeiro, Brasil, <https://ww2.ibge.gov.br/home/estatistica/populacao/estimativa2017/estimativa_dou.shtmma>, 31 de outubro de 2017.

IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísticas) (2017b), “Panorama de Santarém”, IBGE, Rio de Janeiro, Brasil, <https://cidades.ibge.gov.br/brasil/pa/santarem/panorama>, 31 de outubro de 2017.

IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísticas) (2017c), “Panorama de Belterra”, IBGE, Rio de Janeiro, Brasil, <https://cidades.ibge.gov.br/brasil/pa/belterra/panorama>, 31 de outubro de 2017.

IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísticas) (2017d), “Panorama de Mojuí dos Campos”, IBGE, Rio de Janeiro, Brasil, <https://cidades.ibge.gov.br/brasil/pa/mojui-dos-campos/panorama>, 31 de outubro de 2017.

IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísticas) (2012), “IBGE Cidades: MUNIC ano 2012”, IBGE, Rio de Janeiro, Brasil, <https://cidades.ibge.gov.br/brasil/pa/santarem/pesquisa/1/21682?ano=2012&localidade1=150145>, 6 de janeiro de 2017.

IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísticas) (2011), “IBGE Cidades: MUNIC ano 2011”, IBGE, Rio de Janeiro, Brasil, <https://cidades.ibge.gov.br/brasil/pa/santarem/pesquisa/1/21682?ano=2011&localidade1=150145>, 6 de janeiro de 2017.

IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísticas) (2010a), “IBGE Cidades: Frota de Veículos”, IBGE, Rio de Janeiro, Brasil, <https://cidades.ibge.gov.br/brasil/pa/santarem/pesquisa/22/28120?ano=2010&localidade1=150145>, 5 de janeiro de 2017.

IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísticas) (2010b), “Censo Demográfico 2010”, IBGE, Rio de Janeiro, Brasil, < https://sidra.ibge.gov.br/home/pnadcm>, 5 de janeiro de 2017.

IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísticas) (2006), “IBGE Cidades: MUNIC ano 2006”, IBGE, Rio de Janeiro, Brasil, <https://cidades.ibge.gov.br/brasil/pa/santarem/pesquisa/1/21682?ano=2006&localidade1=150145>, 6 de janeiro de 2017.

IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísticas) (2005a), “IBGE Cidades: Frota de Veículos”, IBGE, Rio de Janeiro, Brasil, <https://cidades.ibge.gov.br/brasil/pa/santarem/pesquisa/22/28120?ano=2005&localidade1=150145>, 5 de janeiro de 2017.

IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísticas) (2005b), “IBGE Cidades: MUNIC ano 2005”, IBGE, Rio de Janeiro, Brasil, <https://cidades.ibge.gov.br >, 6 de janeiro de 2017.

IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísticas) (2004), “IBGE Cidades: MUNIC ano 2004”, IBGE, Rio de Janeiro, Brasil, <https://cidades.ibge.gov.br/brasil/pa/santarem/pesquisa/1/21682?ano=2004&localidade1=150145>, 6 de janeiro de 2017.

IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísticas) (2001), “IBGE Cidades: MUNIC ano 2001”, IBGE, Rio de Janeiro, Brasil, <https://cidades.ibge.gov.br/brasil/pa/santarem/pesquisa/1/21682?ano=2001&localidade1=150145>, 6 de janeiro de 2017.

IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísticas) (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) (2000), “Censo Demográfico 2000”, IBGE, Rio de Janeiro, Brasil, <https://sidra.ibge.gov.br/home/pnadcm>, 5 de janeiro de 2017.

IDESP (Instituto de Desenvolvimento Econômico, Social e Ambiental do Pará) (2014a), “Estatística Municipal: Santarém”, relatório técnico, Governo do Estado do Pará, Secretaria de Estado de Planejamento, Pará, Brasil, p. 54.

IDESP (Instituto de Desenvolvimento Econômico, Social e Ambiental do Pará) (2014b), “Estatística Municipal: Belterra”, relatório técnico, Governo do Estado do Pará, Secretaria de Estado de Planejamento, Pará, Brasil, p. 54.

Imprensa Oficial do Estado-Diário Oficial (2012), “Lei complementar nº 79”, Imprensa Oficial do Estado-Diário Oficial, 17 de janeiro, Poder Executivo, Belém, Brasil, p. 5.

INPE (Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais) (2016), “PRODES – Desmatamento nos Municípios), INPE, Brasil, <http://www.dpi.inpe.br/prodesdigital/prodesmunicipal.php>, 20 de abril de 2018.

INPE (Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais) (2010), “PRODES – Desmatamento nos Municípios), INPE, São José dos Campos, Brasil, <http://www.dpi.inpe.br/prodesdigital/prodesmunicipal.php>, 7 de janeiro de 2018.

INPE (Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais) (2000), “PRODES – Desmatamento nos Municípios), INPE, São José dos Campos, Brasil, <http://www.dpi.inpe.br/prodesdigital/prodesmunicipal.php>, 7 de janeiro de 2018.

Jericó-Daminello, Camila; Susan Edda Seehusen, Irene Brugués Arrea, Aaron Bruner, Ane A. C. Alencar e Valderli Piontekowski (2016), Impactos econômicos da construção da hidrelétrica de São Luiz do Tapajós: uma análise do provimento de serviços ecossistêmicos, série técnica, ed. 48, Conservation Strategy Fund/Conservação Estratégica, Washington e Califórnia/ Rio de Janeiro, Estados Unidos da América/Brasil, <http://conservation-strategy.org/sites/default/files/field-file/PORT_Serie_Tecnica_UHE_Tapajos_Set_2016.pdf> 24 de abril de 2018.

Lameira, Wanja Janayna de Miranda, Ima Célia Guimarães Vieira e Peter Mann de Toledo (2015), “Panorama da sustentabilidade na Fronteira Agrícola de Bioenergia na Amazônia”, Sustentabilidade em Debate, 6 (2), Universidade de Brasília, Brasília, Distrito Federal, Brasil, pp. 193-210.

Little, Paul Elliott (2002), Territórios sociais e povos tradicionais no Brasil: por uma antropologia da territorialidade, Universidade de Brasília, Brasília, Brasil, <http://www.direito.mppr.mp.br/arquivos/File/PaulLittle.pdf>, 13 de outubro de 2016.

Marchand, Guillaume, François-Michel Le Tourneau (2014), “O desafio de medir a sustentabilidade na Amazônia: os principais indicadores mundiais e sua aplicabilidade no contexto Amazônico” em Ima Célia Guimarães Vieira, Peter Mann de Toledo e Roberto Araújo Oliveira Santos Júnior (orgs.), Ambiente e Sociedade na Amazônia: Uma abordagem Interdisciplinar, Garamond, Rio de Janeiro, Brasil, pp. 195-220.

Martins, Maria de Fátima (2014), “Índice de Sustentabilidade para a Amazônia (ISA): modelo de monitoramento da sustentabilidade a partir de indicadores e critérios de análise”, em Ima Célia Guimarães Vieira, Peter Mann de Toledo e Roberto Araújo Oliveira Santos Júnior (orgs), Ambiente e Sociedade na Amazônia: Uma abordagem Interdisciplinar, Garamond, Rio de Janeiro, Brasil, pp. 221-250.

Martins, Maria de Fatima e Gesinaldo Ataide Cândido (2013), “Analise da Sustentabilidade Urbana no contexto das Cidades: proposição de critérios e indicadores, XXXVII Encontro da Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Administração – ANPAD”, 32, 7 a 11 de dezembro, Rio de Janeiro, Brasil, <http://www.anpad.org.br/admin/pdf/2013_EnANPAD_GCT2482.pdf>, 18 de junho de 2018.

Medina, Susana Perez e Ina Lopez Falfan (2015), “Áreas verdes y arbolado en Mérida, Yucatán. Hacia una sostenibilidad urbana”, Economia, Sociedad y Territorio, 15 (47), El Colegio Mexiquense A. C., Toluca, México, pp. 1-33.

MMA (Ministério do Meio Ambiente) (2018a), “Cadastro Nacional de Unidade de Conservação”, CNUC, Ministério do Meio Ambiente, Brasília, Brasil, <http://sistemas.mma.gov.br/portalcnuc>, 10 de janeiro de 2018.

MMA (Ministério do Meio Ambiente) (2018b), “Cadastro Nacional de Entidades Ambientalistas”, CNEA, Ministério do Meio Ambiente, Brasília, Brasil, <http://www.mma.gov.br/port/conama/cnea/cneaenti1.cfm>, 10 de janeiro de 2018.

Moura, Nargila G., Alexander Lees, Christian B Andretti, Bradley Davis, Ricardo Ribeiro Solar Aleixo de Castro, Barlow Alexandre, Jos Joice Ferreira e Toby Gardner (2013), “Avian biodiversity in multiple-use landscapes of the Brazilian Amazon”, Biological Conservation, vol. 167, Elsevier, Nova York, Estados Unidos da América, p. 339-348, doi: <https://doi.org/10.1016/j.biocon.2013.08.023>

Nobre, Carlos Afonso, Gilvan Sampaio, Luis Salazar (2007), “Mudanças Climáticas e Amazônia” Ciência e Cultura, 59 (3), Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência, Campinas, Brasil, pp. 22-27.

Oliveira, Janete Marília Gentil Coimbra de (2008), “Expansão urbana e periferização de Santarém-PA, Brasil: questões para o planejamento urbano”, X Coloquio Internacional de Geocrítica: diez años de cambios en el mundo, en la geografía y en las ciencias sociales, 1999-2008, Universidade de Barcelona, 26-30 de maio, Barcelona, Espanha, <http://www.ub.edu/geocrit/-xcol/268.htm>, 15 de março de 2018.

Pereira, Fabiana da Silva e Ima Célia Vieira Guimarães (2016), “Expansão urbana da Região Metropolitana de Belém sob a ótica de um sistema de índices de sustentabilidade”, Revista Ambiente e Água, 11 (3), Universidade de Taubaté, Taubaté, Brasil, pp. 731-744.

Sachs, Ignacy (2002), Caminhos para o desenvolvimento sustentável, Garamond, Rio de Janeiro, Brasil.

Salman, Amna e Qureshi, Salman, (2009), “Indicators of sustainable urban development: a review of urban regeneration projects in Karachi, Pakistan”, em Karl Donert, Ari Yilmaz Ari Maria Attard, Gerry O’Reilly e Daniela Schmeinck (orgs.), Celebrating Geographical Diversity – Proceedings of the HERODOT Conference, Mensch & Buch, Ayvalık, Turkey, pp. 198-187.

Santos, Tiago Veloso dos (2015), “Metrópole e região na Amazônia: trajetórias do planejamento e da gestão metropolitana em Belém, Manaus e São Luís”, Encontro Nacional da ANPEGE – A diversidade da Geografia Brasileira: Escalas e Dimensões da Análise da Ação, nº 11, Presidente Prudente Brasil.

Sathler, Douglas, Roberto L. Monte-Mor e José Alberto Magno de Carvalho (2009), “As redespara além dos rios: urbanização e desequilíbrios na Amazônia brasileira”, Nova economia, 19 (1), Faculdade de Ciências Econômicas-Universidade de Minhas Gerais, Belo Horizonte, Brasil, p. 11-39.

Senado Federal (1988), “Constituição da República Federativa do Brasil 1988”, Senado Federal, Brasília, Brasil.

Shen, Liyin, Yi Peng, Xiaoling Zhang e Yuzhe Wu (2012), “An alternative model for evaluating sustainable urbanization”, Cities, 29 (1), Elsevier, Nova York, Estados Unidos da América, pp. 32-39.

Shen, Li-Yin, Ochoa, Jose Jorge, Shah, Mona e Zhang, Xiaoling, (2011), “The application of urban sustainability indicators e – A comparison between various practices”, Habitat International, 35 (1), Elsevier, Nova York, Estados Unidos da América, pp. 17-29

Silva, Fábio Carlos da, Mario Miguel Amin e Silvia Ferreira Nunes (2015a), Sustentabilidade dos Municípios da Amazônia, Núcleo de Altos Estudos Amazônicos, Belém, Pará, Brasil.

Silva, Fabio Carlos da, Mario Miguel Amin e Silvia Ferreira (2015b), “Sustentabilidade dos municípios e vulnerabilidade regional no Estado do Pará: a ilha do Marajó e a região polarizada pelo município de Breves”, em Fabio Carlos da Silva, Mario Miguel Amin e Silvia Ferreira Nunes (eds.), Sustentabilidade dos Municípios da Amazônia, Núcleo de Altos Estudos Amazônicos, Belém, Brasil, pp. 279-316.

Silva, Veríssimo César Sousa e Ima Célia Guimarães Vieira (2016), “Barômetro da Sustentabilidade aplicado a assentamentos rurais do leste do Estado do Pará, Brasil”, Desenvolvimento e Meio Ambiente, 36 (1), Universidade Federal do Paraná, Curitiba, Paraná, Brasil, pp. 201-221.

Silva, Tatiane Camila Martins (2018), “Mapa de localização da Região Metropolitana de Santarém (RM Santarém)”, Instituto de Geociências, Universidade Federal do Pará, Belém, Brasil.

Solar, Ricardo Ribeiro de Castro, Jos Barlow, Alan N. Andersene, José H. Schoereder, Erika Berenguer, Joice Nunes Ferreira e Toby Alan Gardner (2016), “Biodiversity consequences of land-use change and forest disturbance in the Amazon: a multi-scale assessment using ant communities”, Biological Conservation, vol. 197, Elsevier, Nova York, Estados Unidos da América, pp. 98-107, doi: <https://doi.org/10.1016/j.biocon.2016.03.005>

STN (Secretaria do Tesouro Nacional) (2010), “FINBRA – Finanças do Brasil – Dados Contábeis dos Municípios”, STN, Brasília, Brasil, <http://www.tesouro.fazenda.gov.br/pt_PT/contas-anuais>, 15 de janeiro de 2018.

STN (Secretaria do Tesouro Nacional) (2000), “FINBRA – Finanças do Brasil – Dados Contábeis dos Municípios”, STN, Brasília, Brasil, <http://www.tesouro.fazenda.gov.br/pt_PT/contas-anuais>, 15 de janeiro de 2018.

Trindade-Junior, Cordeiro da Saint-Clair e Estêvão José da Silva Barbosa (2016), “Reestruturação metropolitana na Amazônia oriental: empreendimentos econômicos e dispersão urbana na área de influência imediata de Belém”, Geousp – Espaço e Tempo, 20 (2), Universidade de São Paulo, São Paulo, Brasil, pp. 349-363, <https://www.revistas.usp.br/geousp/article/download/122703/122606>, 13 de abril de 2018.

Trindade-Junior, Cordeiro da Saint-Clair (2006), “Grandes projetos, urbanização do território e metropolização na Amazônia”, Revista Terra Livre, 26 (1), Associação dos Geógrafos Brasileiros, São Paulo, Brasil, pp. 177-194.

TSE (Tribunal Superior Eleitoral) (2012), “Estatística: eleições municipais 2012”, TSE, Brasília, Brasil, <http://www.tse.jus.br/eleitor-e-eleicoes/eleicoes/estatisticas/eleicoes/eleicoes-anteriores/estatisticas-eleitorais-2012-1/estatisticas-eleitorais-2012 >, 12 de janeiro 2018.

TSE (Tribunal Superior Eleitoral) (2000), “Estatística: eleições municipais 2000”, TSE, Brasília Brasil, <http://www.tse.jus.br/eleitor-e-eleicoes/eleicoes/eleicoes-anteriores/eleicoes-2000/quadro-geral>, 12 de janeiro 2018.

Zeng, Chen, Deng Xiangzheng, Jianing Dong e Hu Peiying (2016), “Urbanization and Sustainability: Comparison of the Processes in “BIC” Countries”, Sustainability, 8 (400), MDPI, Basilea, Suiça, pp. 1-18.

Licencia Creative Commons
Esta obra está bajo una Licencia Creative Commons Atribución-NoComercial-SinDerivar 4.0 Internacional.